fbpx

E-commerce – Checklist para lançamento de loja virtual.

Compartilhe:

Blog B2B Host | E-commerce – Checklist para lançamento de loja virtual.
Blog B2B Host | E-commerce – Checklist para lançamento de loja virtual.

Loja E-commerce – Quando chega a hora de lançar a sua loja on-line, você quer que o lançamento seja perfeito e ocorra sem nenhum problema e muito menos sem aquela chance de ter clientes decepcionados e insatisfeitos.

Revisar tudo antes do lançamento, certificando-se de que você não se esqueceu de qualquer detalhe importante pode ser um problema quando você não sabe o que exatamente tem que verificar.

Pensando nisso, elaboramos um Checklist com os 38 mais importantes itens que você tem que revisar antes de lançar a sua loja virtual. Ele ajudará você a colocar tudo em ordem antes do dia do seu lançamento.

Lista de verificação do lançamento do site – Parte 1: Geral

1 – Verificar ortografia e gramática

Como você está chegando ao fim da construção da sua loja on-line, a última coisa que você quer são erros desnecessários de ortografia e gramática para seus clientes em potencial. Alguns sites, como por exemplo, o site “Oficina só Português” oferecem o serviço de revisão de textos.

2 – Comprar um domínio personalizado

Se você ainda não comprou o domínio da sua loja como, por exemplo, www.nomedasualoja.como.br ou um domínio como www.nomedasualoja.store, você pode facilmente adquirir seu domínio por meio de um registrador de domínios, como na B2B Host. Por uma pequena taxa anual você terá a capacidade de usar seu próprio domínio exclusivo e com aparência profissional.

3 – Contratar um plano de hospedagem adequado

É importante ao contratar um plano de hospedagem para a sua loja virtual, ter um plano que lhe atenda não somente na hospedagem dos arquivos da sua loja, mas que tenha uma boa performance e que tenha um SLA de no mínimo de 99,9% de uptime.

Ter um plano de hospedagem para sites e-commerce garantem que os seus clientes não ficarão esperando o seu site carregar e muito menos retornar respostas de buscas realizadas nos filtros de buscas avançadas, além, é claro, de ter a certeza que a sua loja virtual estará sempre à disposição dos seus clientes.

A B2B Host oferece um plano especializado para hospedagem de sites de lojas on-line. Acesse.

4 – Crie um e-mail profissional utilizando o seu domínio para relacionamento com os seus clientes

Com o seu domínio adquirido, é hora de você criar um endereço de e-mail personalizado (ex: sac@nomedasualoja.com.br) para relacionar com os seus clientes. Nada de usar Hotmail, Gmail, Yahoo e outros. Ter um e-mail profissional passa mais credibilidade para os seus clientes.

5 – Ativar quaisquer canais de venda relevantes

Se você planeja vender seus produtos através de qualquer um dos seus canais de mídia social ou em seu blog, certifique-se de implementar e ativar os botões em qualquer um dos canais de vendas relevantes. Quer seja o a sua aba do Facebook Shop ou o botão Comprar do seu blog WordPress, coloque-os em condições de funcionamento para que estejam prontos para quando a sua loja online for lançada.

6 – Instalar aplicativos ou plugins

Verifique se os aplicativos ou plugins apropriados estão instalados em sua loja para que tudo possa funcionar sem problemas, desde o início.

Isso pode incluir todos os serviços de atendimento com os quais você está se associando, seu programa de fidelidade do cliente, uma ferramenta de gerenciamento de inventário ou até mesmo aplicativos ou plugins de compartilhamento social – mas certifique-se de manter apenas o essencial.

7 – Criar um plano de marketing de pré-lançamento da sua loja virtual

Comece a comercializar sua loja antes que ela seja lançada, para que você tenha clientes para vender imediatamente após o lançamento. Certifique-se de que sua lista de e-mails, seguidores do Facebook e do Instagram, leitores do blog ou espectadores do canal do Youtube sabem que você está prestes a lançar algo legal.

Faça um plano e siga em frente. Temos um artigo sobre como criar um plano de marketing para mídias sociais.

B2B Host | Marketing Digital . Serviço SEO - Ganhe 30 dias gratuitos de consultoria SEO!
B2B Host | Marketing Digital . Serviço SEO – Ganhe 30 dias gratuitos de consultoria SEO!

Lista de verificação do lançamento do site Parte 2: Página inicial

8 – Aplicar técnicas SEO

Para fins de SEO, verifique se o “meta título” e a “meta descrição” da sua página inicial estão atualizadas, com todas as informações corretas que você deseja que seus clientes em potencial vejam quando encontrarem você na Pesquisa do Google.

Não deixe a sua “meta descrição” de 160 caracteres com reticências… Certifique-se de que o título é o nome real de sua loja, para que possa ser claramente identificado pelo Google e pelos clientes em potencial.

9 – Otimizar imagens

Após o lançamento da sua loja, uma das coisas mais importantes que você deve estar ciente é a rapidez com que o seu site é carregado.

Os usuários clicam em sites de carregamento lento e uma das principais razões para o carregamento lento de sites são imagens mal otimizadas.

Utilize softwares como o ImageOptim e o ShortPixel para reduzir o tamanho de suas imagens sem comprometer a qualidade.

10 – Trabalhar lista de palavras chaves nos produtos

Trabalhar as palavras chaves ideais para cada produto pode dar um pouco de trabalho, mas é necessário. Utilize ferramentas de sugestões de palavras chaves para ter mais competitividade nas buscas orgânicas.

O Keyword Tool é um desses geradores de palavras chaves que você deve aprender a utilizar e usufruir em seu projeto.

Lista de verificação de lançamento do site Parte 3: Páginas internas

11 – Página “Sobre Nós”

É importante incluir uma página “Sobre nós” em sua loja on-line por dois motivos: Primeiro, os visitantes podem acessar esta página para saber mais sobre quem criou essa loja de comércio eletrônico e também por que a criou. A página “Sobre nós” é uma das principais páginas mais visitadas em qualquer site. Use esta página para interagir com seus clientes e divulgar a história de sua marca.

12 – Página “Fale Conosco”

É importante que os clientes tenham a capacidade de entrar em contato com você, caso seja necessário, por e-mail, telefone ou suporte via chat ao vivo.

Você não precisa entrar em contato por meio de todas essas opções, mas esteja disponível em pelo menos uma e deixe claro para seus clientes em sua página de contato como eles podem entrar em contato com você.

13 – Página de FAQ

Mesmo que você esteja apenas iniciando e provavelmente ainda não tenha sido bombardeado com muitas “perguntas frequentes”, preveja o que os clientes podem estar interessados em saber antes de começar a receber as perguntas, para economizar tempo no futuro.

É provável que os clientes verifiquem sua página de perguntas frequentes para obter respostas a suas perguntas antes de contatá-lo, e deixar respostas para que eles encontrem pode poupar muito tempo respondendo a e-mails de atendimento ao cliente.

14 – Página de políticas de envio, de devolução e de reembolso

Seus clientes vão querer saber como funciona o seu processo de envio, como e dentro de quanto tempo eles podem retornar qualquer produto, e como é a sua política de reembolso, portanto, forneça essas informações para eles.

Se não houver nenhuma dessas informações em seu site ou as informações não estiverem claras, os clientes podem optar por comprar em outro lugar.

15 – Página de Termos e condições / Termos de serviços

Parte dos requisitos legais para muitos países é uma página de “Termos e Condições” – também conhecida como “Termos de Serviço” – por isso, não se esqueça de incluí-la.
Este é um documento legal que informa seus clientes sobre suas práticas e pode ajudar a proteger sua empresa no caso de uma ação legal.

16 – Página de “Segurança e de uso do Site”

A página de “segurança e de uso do site” atua como um contrato jurídico que estabelece as regras e diretrizes que os usuários devem concordar e seguir para usar e acessar seu site ou aplicativo móvel, bem como deixar claro às responsabilidades quanto à segurança.

Os termos e condições geralmente incluem um aviso de isenção de responsabilidade que assegurará que, se qualquer informação for exibida incorretamente em seu site, você não pode ser responsável perante o visitante, caso eles dependam das informações em seu site.

17 – Página de “Políticas de Privacidade”

Muitos países também exigem uma política de privacidade como parte de seus requisitos legais.

Também é importante observar que muitos serviços de publicidade, como o Facebook Ads, também exigem que você tenha uma política de privacidade válida em seu site.

Considere usar um gerador de política de privacidade ou um consultor jurídico para criar uma política de privacidade para sua empresa, principalmente após a implementação do GDPR os sites devem bem descrito como trata os dados de seus clientes. Fique atento a este conteúdo, pois isso pode impactar muito a sua loja on-line.

18 – Remova qualquer amostra ou páginas de testes

Provavelmente, quando você estava no processo de criação da sua loja on-line, você pode ter criado algumas páginas de amostra ou não ter usado páginas padrão que já foram criadas, portanto, verifique se não há nenhuma disponível para os clientes encontrarem.

19 – Faça backup dos dados de sua loja

Faça backup da sua loja antes do dia do lançamento do site, caso algo dê errado, para que você possa implementar seu backup sem incidentes.

20 – Salvar predefinições de tema

Dependendo do tema da sua loja virtual (dependendo também da plataforma que você está utilizando), às vezes você pode salvar um conjunto de opções de tema como predefinição para sua loja.

Isso permite que você altere rapidamente entre as opções de tema predeterminadas e as novas opções de tema rapidamente e, em seguida, reverta sempre que quiser alterar a aparência do tema.

Tenha essas predefinições salvas com antecedência para que você possa ligá-las e retirá-las depois de ter iniciado sem qualquer aborrecimento. A maioria das lojas de comércio eletrônico usa esse recurso quando está atualizando a aparência e as funções do site para um novo lançamento ou venda, mas você precisa consultar os recursos específicos do tema da sua loja para ver se essa é uma opção disponível para você.

21 – Configurar e testar todos os menus primários, secundários e suspensos

Para que seus clientes em potencial encontrem produtos em sua loja, eles precisarão saber onde procurar. Crie menus claros e facilmente acessíveis em sua loja para que os clientes possam navegar sem problemas.

Antes de iniciar, teste esses menus fazendo com que os membros de sua equipe ou família e amigos pesquisem produtos em seu site. Se eles não conseguirem localizar um produto com facilidade ou encontrar facilmente uma determinada página em seu site, considere fazer alterações, pois é provável que seus clientes também tenham problemas para localizá-lo.

Lista de verificação do lançamento do site Parte 4: Produtos

22 – Revise corretamente os números de inventário

Um dos erros mais indutores de dor de cabeça e que você pode evitar para o lançamento do seu website, é não ter problemas com o estoque – ou mesmo, nenhum – inventário para seus produtos.

Se você está antecipando o lançamento da sua loja online movimentada, a última coisa que você quer é que um produto continue vendendo muito depois de já estar esgotado, só para entrar em contato com os clientes e reembolsar o dinheiro deles.

Verifique se você inseriu os números inteiros corretos no sistema de gestão da sua loja, para não se deparar com esse problema.

23 – Taxas de impostos corretas

Um dos problemas mais comuns em várias lojas e não ter sido planejado a aplicação das taxas de impostos. Portanto, verifique se elas estão corretas e se você está cobrando dos clientes o valor apropriado. Consulte um contador para você não ter surpresas principalmente quando você vende para clientes de outros estados.

24 – Moeda correta

Apesar da grande maioria dos sites trabalham com o REAL, alguns sites que fazem comércio exterior precisam personalizar de forma correta as moedas que vão ser trabalhadas na loja on-line.

Se a sua plataforma permite trabalhar com várias moedas, verifique se você está trabalhando na moeda.

A maioria dos temas, mas não todos, suportam a personalização de moedas, por isso, se pretender que os seus clientes possam ver o seu Website na sua própria moeda, certifique-se de que o seu tema é compatível.

25 – Corrigir peso dos produtos

Verifique se os pesos de seus produtos foram inseridos com precisão, para que não haja erros no envio e quanto os clientes pagarão. O lançamento da sua loja será muito mais fácil se você não perceber que todos os abandonos de carrinho foram causados por taxas de envio superfaturadas, devido a produtos mal pesados!

26 – Otimizar as TAGS ALT de imagens

As tags ALT de imagens aparecerão para os visitantes do seu site quando e se houver um erro ao carregar uma imagem em seu site, ou se os visitantes usarem um software de acessibilidade que descreva as imagens na página para eles.

As tags ALT de imagem também são importantes porque desempenham um papel em SEO e, quando adequadamente otimizadas com palavras-chave, podem ajudar a aumentar sua classificação.

Como as tags ALT de imagem não são facilmente visíveis para seus clientes e só serão exibidas quando sua imagem tiver problemas de exibição (o que deve ser raro), esse é um ótimo lugar para otimizar palavras-chave que não são muito voltadas para o futuro clientes. Coloque-os em prática para o lançamento de seu novo site, para que você possa aproveitar suas capacidades de criação de SEO desde o início.

27 – Otimizar informações do produto

Como as tags ALT de imagem, a meta-informação também desempenha um papel importante em sua estratégia de SEO e, assim como a meta-informação da página inicial deve ser otimizada, discutida em uma das etapas acima, você deseja que a meta-informação da página do produto seja clara e clara limpo para seus clientes em potencial.

Certifique-se de otimizar suas meta-informações para cada página de produto com palavras-chave para que seus produtos apareçam nos resultados de pesquisa quando clientes em potencial estiverem usando mecanismos de pesquisa como o Google. A otimização das páginas do produto criará uma imagem completa e unida do site, que mostrará que você pensou em cada pequeno detalhe antes do lançamento.

Lista de verificação do lançamento do site Parte 5: Pagamentos e check-out

28 – Integrar Gateways de Pagamento

Você quer ter certeza de que seus clientes poderão comprar de sua loja através de sua forma de pagamento preferida, e isso pode incluir gateways de pagamento como PagSeguro, PayPal, Mercado Pago entre outros. Veja com o seu desenvolvedor quais são as opções que você pode disponibilizar em sua loja.

29 – Configurar autorização de pagamento e captura

Alguns Gateways de pagamento oferecem duas opções de como capturar o pagamento de um cliente – de forma automática ou manual. Quando um pagamento é automaticamente capturado, isso significa que o cartão de crédito do seu cliente será autorizado e cobrado automaticamente.

Se você escolher que os pagamentos sejam capturados manualmente, os cartões de crédito do cliente serão autorizados imediatamente, mas não serão cobrados até que você aceite o pagamento.

Dependendo de como sua empresa opera, verifique se você definiu essa seção como a opção que funciona melhor para sua empresa. Tenha em mente que os pagamentos capturados automaticamente são a opção mais comum, e os pagamentos capturados manualmente expiram.

30 – Personalize a página do carrinho

Personalize os campos de informações que os clientes inserem enquanto estão fazendo o check-out, para que você obtenha todas as informações necessárias e nenhuma que não seja. Em algumas plataformas e-commerce isso se faz necessário.

Há tantas opções diferentes que você pode incluir na sua página do carrinho para tornar a experiência melhor para seus clientes (ou mais personalizadas para sua loja), portanto, tenha essas opções para o dia do seu website.

Lembre-se de que ter um processo de pagamento excessivamente complexo que peça muito das informações do seu cliente pode sobrecarregá-las e levá-las a abandonar o carrinho de compras sem concluir a compra. Isso é conhecido como “fadiga de formulário” e é especialmente prevalente quando os clientes fazem check-out em dispositivos móveis em que o espaço alocado é mais compacto, o que faz com que o formulário pareça mais longo do que em dispositivos de desktop.

Para combater a fadiga, minimize os campos de formulário que seus clientes precisam preencher durante o processo de pagamento ou separe os campos de formulário em algumas páginas separadas para que os clientes possam conduzi-las passo a passo.

31 – Personalizar e ativar e-mails de carrinhos abandonados

Carros abandonados vão acontecer, quer você goste ou não, e embora não seja otimista pensar em todos os clientes que não vão finalizar a compra, é importante saber antes de você lançar sua loja e assim, ficar mais bem preparado para este resultado.

Algumas plataformas oferecem a opção de enviar manualmente ou automaticamente e – e-mails de carrinho abandonados para que você possa alcançar os clientes perdidos.

Além de fornecer incentivo adicional para concluir sua compra – como um código de desconto para uma porcentagem de seu pedido pendente –, torne seu e-mail de carrinho abandonado atraente e personalizado em um esforço adicional para conquistar clientes perdidos.

Prepare e ative esse recurso antes de iniciar o lançamento para que você possa entrar em contato com os clientes assim que esses abandonos começarem a acontecer.

32 – Coletar e-mails de clientes no check-out

No mundo do comércio eletrônico, os e-mails são sempre referidos como “rei” porque são uma das maneiras mais personalizadas de se conectar ao seu público-alvo.

Além disso, ter um opt-in de e-mail opcional colocado em algum lugar da sua página inicial – ou um pop-up acionado por visitantes percorrendo o site – também oferece aos visitantes a opção de aceitar seu boletim informativo por e-mail antes de fazer o check-out.

Isso pode ajudá-lo a continuar a aumentar sua lista de e-mail, portanto, verifique se você personalizou as configurações para que esse recurso exista no processo de check-out.

Lista de verificação de lançamento do site Parte 6: Envio

33 – Adicione o endereço de origem de remessa da sua loja

O endereço de origem do envio será usado para calcular o custo de envio para seus clientes, portanto, verifique se o endereço informado está correto.

Isso é especialmente importante para editar se você envia seus produtos de um local separado do escritório principal da sua loja, como um depósito de distribuição, para que seus clientes recebam a cotação de frete correta com base em sua localização.

34 – Personalizar configurações de atendimento de pedidos

Dependendo se você fabrica, comercializa ou distribui seus produtos, a maneira pela qual você realiza os pedidos de sua loja será diferente.

Dependendo da plataforma que você está utilizando, você pode ter opções quando se trata de atendimento de pedidos: manual ou automaticamente. Certifique-se de ter escolhido corretamente qual configuração você atenderá os pedidos antes de iniciar, para que não haja erros ou confusão quando os pedidos começarem a ser feitos.

35 – Ativar serviços de atendimento de terceiros

Se você estiver usando serviços de atendimento de terceiros, como um depósito de remessa e entrega que seleciona, embala e envia pedidos para você, certifique-se de ter integrado o serviço em corretamente com sua loja antes de lançar a mesma.

36 – Etiquetas de envio de embalagem

Se você estiver embalando e enviando seus produtos por conta própria ou usando um depósito de atendimento, então você precisará ter todos os materiais e know-how necessários para poder empacotar e enviar seus produtos uma vez.

Certifique-se de ter embalado envelopes ou caixas, lenços de papel, embalagens de amendoim, embalagens, plástico bolha, fita adesiva, tesoura, papel para imprimir recibos, um fabricante de etiquetas e qualquer outro material que você possa precisar, para que esteja pronto para começar a escolher e empacotar.

Certifique-se de estar utilizando os recursos de etiqueta de remessa e, talvez, tente executar um teste ou dois do processo de embalagem para que você saiba exatamente o que fazer e que não tenha esquecido nada.

Blog B2B Host | Hospedagem de Sites – Criador de Sites e Registro de domínio grátis!
Blog B2B Host | Hospedagem de Sites – Criador de Sites e Registro de domínio grátis!

37 – Decidir quem recebe as notificações de pedidos

Se você estiver trabalhando com uma equipe de pessoas, certifique-se de ter desenvolvido um sistema para quem será responsável por receber as notificações sempre que um pedido for feito e quem estará gerenciando o processo de atendimento do pedido. Existem vários sistemas de ERP no mercado com preço acessível para que você se organize nesta etapa do processo de vendas.

É melhor organizar isso antes de iniciar, para que você saiba exatamente como o processo tomará forma quando os pedidos começarem a ser colocados, para que haja pouco espaço para confusão ou erro.

Decida entre a sua equipe quem deve desempenhar esse papel e, como mencionado acima, tente uma execução prática do processo para garantir que tudo se encaixe no lugar.

Lista de verificação de lançamento do site Parte 7: Analytics & Tracking

38 – Adicionar ferramentas de acompanhamento de análise

O Facebook Pixel e o Google Analytics são as duas principais maneiras de acompanhar seus visitantes à medida que eles começam a chegar à sua loja e-commerce.

Portanto, verifique se você instalou essas ferramentas antes de iniciar. Esses relatórios e ferramentas de análise fornecem informações sobre seus clientes que, de outra forma, você não conseguiria coletar como faria se tivesse uma loja física e fosse realmente capaz de ver e conversar com seus visitantes.

Integre essas ferramentas antes de iniciar, de modo que você possa começar a criar seus relatórios e seu perfil de análise desde o início, e não mais tarde em seus negócios.

Conclusão

Marque cada um destes passos para um lançamento mais suave e sem falhas do website.

Dpendendo de sua empresa ou de suas metas de negócios, talvez você não precise concluir todas as etapas dessa lista de verificação de lançamento, mas, para a maioria das lojas, esse será um bom ponto de partida. Boa sorte!

Tem algo a dizer sobre este artigo? Comente abaixo ou compartilhe conosco no Facebook, Twitter ou no nosso LinkedIn.

Leia também:


Compartilhe: