fbpx

Marketing Digital – O que fazer com os posts antigos do seu blog?

Compartilhe:

Blog B2B Host | Marketing Digital - O que fazer com seus posts antigos no blog?
Blog B2B Host | Marketing Digital – O que fazer com seus posts antigos no blog?

Posts antigos – Por volta de 2005, os blogs corporativos se tornaram a coisa certa a fazer. Grandes empresas do mundo apostaram nesta estratégia de marketing digital. A aposta era que os blogs poderiam gerar grandes tráfegos para seus respectivos sites, e consequentemente, iriam gerar mais vendas de produtos e/ou de serviços, assim como a captação de leads.

A maioria das empresas que adotaram esta estratégia não se preocupou com a qualidade dos conteúdos gerados e/ou com a interatividade com seus leitores. Eles se concentraram apenas no volume e no tratamento massivo das palavras-chave.

É fácil encontrarmos nestes blogs “empresariais”, muitos posts antigos. Podemos entender assim, porque muitos destes blogs são menos prolíficos. Em alguns blogs, por de trás de muitos e muitos cliques em “próxima página”, estes textos antigos ainda podem ser encontrados em segundo plano.

Esta situação deixa profissionais de SEO e das equipes de conteúdo na dúvida. Afinal, o que fazer com a quantidade excessiva de posts antigos?

Por que se preocupar em abordar posts antigos?

Em muitos sites, o grande número de páginas é o maior motivo para considerar melhorar ou reduzir o número de textos antigos.

Se os gerentes de conteúdo anteriores escolheram a quantidade em detrimento da qualidade, os milhares de posts antigos acabam sendo enterrados.

Do ponto de vista técnico, dependendo da escala do conteúdo dos textos antigos com o qual você está lidando, a redução do número de páginas sugeridas pode ajudar a aumentar a eficiência do rastreamento nas buscas orgânicas.

Se o Google precisar rastrear 1.000 URLs para encontrar 100 páginas com conteúdos relevantes, eles tomarão nota e não perderão muito tempo vasculhando seu conteúdo no futuro.

Do ponto de vista de marketing, seu conteúdo representa sua marca e melhorar o conjunto de conteúdo que você propõe, ajuda a moldar a forma como os clientes o veem como uma autoridade em seu espaço.

A otimização e a organização de conteúdo dos posts antigos, podem dar à sua coleção de  conteúdos um foco maior e mais claro, tornando-os mais fáceis de serem encontrados, garantindo assim a eles, valores agregados para os usuários do seu blog e para a sua empresa.

Aprofundando mais um pouco, se você já decidiu que vale a pena investir em conteúdo de blog para sua empresa, vale a pena aproveitar ao máximo seus textos antigos e garantir que eles não estejam impedindo você de conquistar seus objetivos.

Decida o que manter: Inventário e avaliação

Inventário

A primeira coisa a fazer antes de acessar seus posts antigos, é ter a certeza de que você sabe o que você tem. Uma lista completa de URLs e de “metadados” de coordenação é incrivelmente útil tanto na avaliação quanto na documentação.

Dependendo do sistema de gerenciamento de conteúdo dos textos antigos utilizados, a obtenção dessa lista pode ser tão simples quanto exportar um campo de banco de dados.

Como alternativa, os URLs podem ser obtidos a partir de uma combinação de dados do Google Analytics, das Ferramentas do Google para webmasters e um rastreamento abrangente com uma ferramenta como o Screaming Frog.

Independentemente de você ter uma lista de URLs, também é bom fazer um rastreamento completo do seu blog para ver como está a estrutura de links.

Avaliação

Depois de saber o que você tem, é hora de avaliar o conteúdo e decidir se vale a pena manter seus textos antigos. Para lhe ajudar a tomar esta importante decisão,lhe faremos 5 perguntas:

1. É benéfico para os usuários?

O conteúdo dos posts antigos é benéfico para seus usuários: O conteúdo é útil, informativo ou divertido? O conteúdo ajuda na resposta de perguntas, ajuda seus usuários a resolver problemas ou os mantêm interessados no seu blog?

2. É benéfico para a sua empresa?

O conteúdo dos textos antigos é benéfico para a sua empresa? Ele permite ganho nos rankings das buscas orgânicos, ele gera tráfego ou backlinks? O conteúdo está fornecendo algum valor comercial, está ajudando a impulsionar suas conversões? Além disso, o conteúdo ajudar a estabelecer sua marca ou cria uma autoridade própria?

3. Isso é bom?

Embora isso possa ser uma questão subjetiva para perguntar sobre qualquer conteúdo, fica óbvio quando você lê conteúdo que não é bom dos posts antigos. Trata-se de coisas fundamentais, como se o conteúdo não faz sentido, se tem toneladas de erros gramaticais, se é mal organizado ou se não parece ser objetivo.

4. É relevante?

Se o conteúdo não é, pelo menos, tangencialmente relevante para o seu site, setor ou clientes, você deve ter uma boa razão para mantê-lo. Se ele não atender a nenhuma das qualificações anteriores, provavelmente não valerá a pena.

5. Está causando algum problema?

O conteúdo problemático pode incluir conteúdo duplicado, segmentação duplicada, texto plagiado, conteúdo que é uma responsabilidade legal ou qualquer outro número de problemas com os quais você provavelmente não deseja lidar em seu site.

A fase de avaliação é uma oportunidade para identificar posts antigos voltados para o mesmo tópico, para que você possa consolidá-los.

Usando esses critérios, você pode dividir suas postagens antigas em intervalos de”manter” e de “não manter”. O “não manter” pode ser redirecionado para um post mais relevante ou para página inicial do blog. Então é hora de abordar os outros pontos importantes.

B2B Host | Marketing Digital . Serviço SEO - Ganhe 30 dias gratuitos de consultoria SEO!
B2B Host | Marketing Digital . Serviço SEO – Ganhe 30 dias gratuitos de consultoria SEO!

O que fazer com as postagens que você definiu manter

Agora você tem uma pilha de posts antigos. Todos os posts foram mantidos por ter algum tipo de valor. Agora, queremos aproveitar ao máximo esse valor aprimorando, expandindo, atualizando e promovendo os conteúdos.

Melhorar

Ao optar por melhorar um texto antigo, que tenha bons resultados, pode ser bom começar com melhorias na segmentação e na redação geral.

Quando o conteúdo estiver pronto, adicione melhorias como interlocuções relevantes, texto alternativo ou marcação de esquema.

Então é hora de se certificar de que o conteúdo esteja agradável para leitura e aos olhos do leitor. Melhorias visuais, como a adição de quebras de linha, citações e imagens, causam impacto na experiência do usuário e podem manter as pessoas na página por mais tempo.

Por fim uma revisão ortográfica é fundamental para garantir que tudo esteja 100%.

Expandirou atualizar

Nem todos os posts antigos estão necessariamente em mau estado, o que pode oferecer uma grande oportunidade.

Outra maneira de obter mais valor deles é redirecionar ou atualizar as informações que contêm para tornar o conteúdo antigo atualizado novamente.

Algumas maneiras de expandir ou atualizar um post são explorar uma visão diferente da tese inicial, adicionar novos dados ou integrar desenvolvimentos mais recentes ou opiniões modificadas.

Como alternativa, você pode expandir uma parte do conteúdo reinterpretando-a em outra mídia, como novas imagens, vídeos envolventes ou até mesmo como conteúdo de áudio.

Promover

Se você investiu recursos na criação e na otimização do conteúdo dos textos antigos, oque precisa ser feito é divulgar isso aos seus leitores.

Isso pode ser feito de algumas maneiras, como compartilhamento e re-compartilhamento nas mídias sociais, no envio de e-mail marketing, exibindo o post na primeira página do seu blog ou até mesmo divulgando este conteúdo em campanhas pagas como, por exemplo, no Google Adwords.

B2B Host | Marketing Digital . Anunciar no Google - Coloque o seu site em primeiro lugar no Google!
B2B Host | Marketing Digital . Anunciar no Google – Coloque o seu site em primeiro lugar no Google!

O seguimento

Uma vez que seu blog foi promovido e você está trabalhando para obter o máximo de valor do seu conteúdo existente, uma etapa final importante é acompanhar o efeito que essas alterações estão tendo.

A medida mais significativa de sucesso é o tráfego orgânico. Mesmo que seu blog seja projetado para geração de leads ou outras metas específicas, o número de leitores na página também deve ter uma forte correlação com o sucesso do conteúdo por outras medidas.

Para a melhor representação dos totais de tráfego, monitore as sessões orgânicas por página de destino no Google Analytics.

Fique de olho nos rankings orgânicos, já que você pode ter uma noção inicial de que uma peça está ganhando força em torno de um determinado tópico antes de ser bem-sucedido o suficiente para gerar tráfego orgânico com esses termos.

Lembre-se de que, independentemente de quais alterações você tenha feito, o Google demorará alguns meses para classificar a relevância e a classificação do conteúdo atualizado. Portanto, seja paciente, monitore e continue expandindo, atualizando e promovendo!

Tem algo a dizer sobre este artigo? Comente abaixo ou compartilhe conosco no Facebook, Twitter ou no nosso LinkedIn.

Leia também:

Como estruturar novas ações de marketing digital com as mudanças no Facebook?
5 novas regras para seus vídeos promocionais terem mais sucesso.
– 19 Ferramentas de Marketing Digital para promover o seu site.
Como comercializar cursos on-line para gerar leads?
O que devo focar primeiro ao iniciar uma loja e-commerce?
8 maneiras de garantir que seus e-mails não caiam no SPAM do Gmail.


Compartilhe: