fbpx

As melhores maneiras de manter e melhorar o desempenho e a performance do seu site WordPress.

Compartilhe:

Blog B2B Host | As melhores maneiras de manter e melhorar o desempenho e a performance do seu site WordPress.
Blog B2B Host | As melhores maneiras de manter e melhorar o desempenho e a performance do seu site WordPress.

WordPress – Estudos revelam que as pessoas não tem paciência quando estão na internet. Aproximadamente, 25% das pessoas abandonam uma página da internet que não carrega em 4 segundos, ou, até menos.

Isso pode parecer difícil, mas felizmente, resolver isso não é tão difícil, se você conseguir reduzir o tempo de carregamento do seu website para 2,9 segundos será mais rápido que metade do websites existentes. Isto significa que até mesmo a mínimas melhorias de velocidade do website podem resultar em vantagens enormes para seu negócio.

Mas como testar a velocidade de meu site?

Existem 3 ótimas ferramentas para testar a velocidade de sites gratuitamente. São elas a ferramenta “Page Speed Insights” do Google, a ferramenta Pingdom e a ferramenta GTmetrix.

A vantagem é que além de medir, você também terá acesso ao relatório completo do que pode ser otimizado em seu site para diminuir o tempo de carregamento de todas as páginas.

Mas então, se você quer manter ou aumentar o desempenho ou melhorar a performance / velocidade do seu site WordPress, com certeza esse é o artigo certo para você. Vejas estas dicas infalíveis que preparamos para que o seu site WordPress seja acesso de forma mais rápida.

Mantendo e melhorando o desempenho e a performance do seu site WordPress

Veremos abaixo, nove maneiras de manter um excelente desempenho e melhorar a performance do seu site WordPress. Vamos ao trabalho!

1 – Mantenha a versão do seu WordPress atualizada

Colocamos essa técnica, em particular, no primeiro lugar, por um único motivo. Todas as dicas para melhorar o desempenho do mundo não ajudarão se o WordPress do seu site estiver impedindo isso.

Os desenvolvedores do WordPress lançam atualizações frequentes para a plataforma e é vital manter o site na versão mais recente. Isso é importante por motivos de segurança, mas também ajuda a manter o desempenho do seu site. Muitas atualizações lançam ajustes e otimizações que são essenciais para garantir o melhor tempo de carregamento do seu site.

Além disso, é mais provável que uma instalação desatualizada do WordPress esteja em conflito com os navegadores dos visitantes, além de versões mais recentes de plug-ins e temas. Isso pode atrasar seu site e até mesmo quebrar vários recursos.

A atualização do WordPress é simples e em seu painel exibirá uma notificação sempre que uma nova versão estiver pronta.

Tomar este pequeno passo pode fazer uma enorme diferença no desempenho e estabilidade do seu site ao longo do tempo.

2 – Otimize as imagens do seu site

Vários tipos de conteúdo e recursos podem atrasar seu site. No entanto, poucos elementos causam tanto impacto quanto imagens e outras mídias. Os arquivos de imagem tendem a ser grandes e “pesados”, o que significa que demoram mais para serem renderizados – reduzindo o processo de carregamento da página.

Isso é especialmente relevante se você tiver muitas imagens em seu site e se essas imagens forem grandes ou de alta qualidade. Dito isso, provavelmente você está usando toda essa mídia por um motivo. Incluir muitas imagens em seu conteúdo é uma excelente maneira de atrair a atenção dos visitantes e aumentar o envolvimento.

Para obter o melhor dos dois mundos, você pode otimizar todas as imagens do seu site. Isso reduz o tamanho dos arquivos sem uma redução significativa na qualidade. Existem muitos plug-ins WordPress que podem ajudá-lo a fazer isso, como o muito popular EWWW Image Optimizer e o reSmush.it Image Optimizer.

Plug-ins como esse podem até automatizar o processo, otimizando cada nova imagem que você envia. Isso pode poupar muito tempo e impedir que sua mídia reduza a velocidade de suas páginas para um rastreamento.

Blog B2B Host | Hospedagem de Sites – Criador de Sites e Registro de domínio grátis!
Blog B2B Host | Hospedagem de Sites – Criador de Sites e Registro de domínio grátis!

3 – Implemente uma solução de cache

Quando alguém visita uma das páginas do seu site, várias coisas precisam acontecer. Primeiro, o navegador envia uma solicitação ao servidor do seu site. Em seguida, o servidor envia os dados necessários para construir a página. Quando todas essas informações chegam, a página pode ser exibida para o visitante.

Às vezes, esse processo é tão rápido que é imperceptível. Se a sua página é complexa ou o usuário está longe do seu servidor, pode demorar alguns segundos. O “cache”’ é uma maneira de reduzir o tempo de carregamento salvando as versões do site que os navegadores podem acessar mais rapidamente.

O cache pode ser um tópico complexo e vem em várias formas. No entanto, ele pode ser facilmente implementado usando plugins, sem qualquer configuração técnica necessária. Para isso, os usuários do WordPress podem querer usar o WP Super Cache.

Este plug-in cria versões estáticas das páginas do seu site, que são muito mais rápidas de serem exibidas para os visitantes. Ele pode ser configurado para ser executado automaticamente em apenas alguns minutos, ou personalizado para atender às suas necessidades específicas.

Existem outros plug-ins similares como o WP Fastest Cache e o LiteSpeed Cache.

4 – Otimize o banco de dados do seu site

Quanto mais velho seu site, mais informações ele terá no banco de dados, pela quantidade de postagens, imagens, alterações, tags, etc.

Para aumentar a velocidade do seu site WordPress, você precisa limpar esses dados desnecessários, você pode fazer isso facilmente com os plugins WP-Sweep ou WP-Optimize.

5 – Desabilite os plugins não utilizados

Analise quais plug-ins não estão sendo utilizados e desabilite-os, com certeza o seu site terá uma melhor performance.

Você também pode analisar quais plug-ins estão consumindo mais recursos do seu site, para isso utilize o plug-in P3 (Plug-in Performance Profiler).

6 – Desabilite a função Hotlink

O Hotlink é nome dado quando alguém utiliza sua imagem em outro site.
Agora imagine 50 pessoas copiando (url) a sua imagem e utilizando em seus sites, quando alguém acessar os sites dessas pessoas, as solicitações serão feitas no seu servidor.

Já deve imaginar que o desempenho será afetado, não é?

Para resolver isso você pode incluir o seguinte comando no arquivo .htaccess.

RewriteCond %{https_REFERER} !^$ RewriteCond %{https_REFERER} !^https(s)?://(www.)?yourdomain.com [NC] RewriteRule .(jpg|jpeg|png|gif)$ – [NC,F,L]

Esse plug-in (Hotlink Protection) também pode te ajudar.

7 – Faça a compressão de arquivos

A compressão ajuda com a rede e domínios de hardware. Uma página compactada (menor) será mais rápida para ler dos seus discos e transferir para o navegador.

Arquivos compactados permitem que seu servidor web responda com um arquivo muito menor, que chega ao destino muito mais rápido, proporcionando uma experiência melhor para o usuário. A forma mais comum de compressão hoje é o Gzip.

Há uma série de configurações de servidor e opções de compactação, portanto procure sua instância específica e implemente-a.

8 – Conecte o seu site a uma rede de entrega de conteúdo (CDN)

Tecnicamente, essa técnica é uma extensão da última. Uma Content Delivery Network (CDN) é uma maneira em larga escala de armazenar em cache o seu site e pode ser extremamente eficaz.

Um CDN é uma rede de servidores, geralmente espalhados pelo mundo. Cópias do seu site serão armazenadas em cada servidor. Quando um visitante acessa uma de suas páginas, os dados necessários serão transferidos do servidor localizado mais próximo a eles geograficamente.

Isso pode reduzir muito o tempo de carregamento, porque as informações do seu site não precisam viajar tão longe. Além disso, muitos CDNs oferecem recursos adicionais de aprimoramento de desempenho.

O Cloudflare é um exemplo perfeito (e popular). Ele possui 180 centros de dados localizados em todo o mundo, o que proporciona ao seu site um alcance enorme e oferece muitas opções de desempenho e segurança. Além disso, configurá-lo no seu site é simples.

9 – Atualize seu plano de hospedagem conforme necessário

É possível que você tente todas as estratégias listadas acima, mas ainda veja velocidades de página menores do que gostaria. Isso é especialmente comum se o site tiver crescido muito ultimamente e for maior em escala ou receber mais visitantes do que costumava.

Nesse cenário, problemas de desempenho consistentes podem simplesmente indicar que você superou seu plano de hospedagem atual.

Se você escolher cuidadosamente o seu provedor de hospedagem, deverá manter a velocidade de carregamento muito mais simples. No entanto, os planos de nível inferior às vezes não fornecem os recursos de que seu site precisa para funcionar sem problemas.

Se, como muitos proprietários de sites, você começou em um plano básico de hospedagem compartilhada, convém considerar a atualização para um plano de hospedagem do Virtual Private Server (VPS).

Isso fornecerá a você mais recursos e uma arquitetura mais escalável – ambos ajudam a manter um desempenho de alto nível. Você também pode considerar um plano de hospedagem WordPress gerenciado, que custa um pouco mais, mas significa que seu provedor lidará com muitas tarefas cruciais relacionadas ao desempenho para você.

A B2B Host tem uma equipe de consultores que pode lhe auxiliar em um levantamento minucioso do seu site e te indicar qual a melhor solução para o seu site. Faça agora mesmo um solicitação com um de nossos especialistas.

Conclusão

O desempenho é algo que você precisa estar ciente durante toda a vida útil do seu site. Um site que carrega rapidamente um dia pode se tornar lento ao longo do tempo, à medida que cresce e se torna mais popular.

Portanto, é essencial testar o desempenho do seu site regularmente e fazer tudo o que puder para manter velocidades de carregamento rápidas.

Tem algo a dizer sobre este artigo? Comente abaixo ou compartilhe conosco no Facebook, Twitter ou no nosso LinkedIn.

Leia também:


Compartilhe: